Thursday, December 07, 2006

Confissões de uma mente perigosa

Você já se sentiu culpado por ter tudo o que precisa para ser feliz e mesmo assim sente que não é?
Você já teve vontade de quebrar todos os copos do armário mas não quebrou porque custam dinheiro e você teria que arrumar tudo depois?
Você já sentiu vontade de chingar o mais feio palavrão conhecido, mas em nome da respiração decimal (contar até dez!) você se conteve?
Você já sentiu vontade de dar um grito, um berro, num lugar cheio de gente, mas não deu justamente porque o lugar estava cheio de gente?
Você já se sentiu uma ameaça à sociedade?
Já sentiu que a linha que separa sua calma de sua ira é quase inexistente?
Você já se sentiu vitorioso por deixar o mundo intacto e ainda sorrir?
Pois é, hoje estou me sentindo uma vitoriosa!

4 Comments:

Blogger Otavio Cohen said...

a grande agonia é saber que você tem motivos pra, antes de se sentir vitoriosa, ter lutado.
se há luta, há divergência.

9:52 AM  
Blogger Ankh said...

Deveras... concordo com Cohen. Quem é Ella, quem é Ella? Eu vejo tudo enquadrado. Remoto controle...

10:37 AM  
Blogger Michereff said...

Uhum... Somos vitoriosos sim!
Nos controlamos, nos debatemos, mas vencemos!
Sempre vencemos!

Já me senti várias vezes assim, e me sinto assim constantemente. Acho que a vida não teria graças sem essa instabilidade!

^^

=********

7:54 AM  
Blogger Du said...

No meio dos escombros, um pão. No meio da alma um grito. Eu nunca quebrei copos, mas já chutei mesa, porta, soquei a parede. E feri a mim mesmo... Não é bom passar a raiva pra dor. O contrário é melhor...

3:15 AM  

Post a Comment

<< Home